Pacto contra crime organizado já reúne 10 unidades da Federação

‹ Home Page / Notícias / Pacto contra crime organizado já reúne 10 unidades da Federação

forum05

A Câmara de Segurança, formada por secretários dos estados participantes do acordo interfederativo de segurança pública – Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Maranhão, Distrito Federal, Minas Gerais e Bahia –, estão reunidos em Bonito (MS), onde debatem até essa sexta-feira (18/08) plano de ações conjuntas. Amazonas também manifestou interesse de integrar a força-tarefa. Com isso, a parceria englobará 10 unidades da Federação. A meta é realizar esforços conjuntos em operações policiais e cruzamento de dados dos serviços de inteligência. O foco é o combate ao crime organizado, principalmente desarticular quadrilhas para o tráfico de drogas e armas, roubos de veículos, de cargas e assaltos a agências bancárias.

O encontro integra o IV Fórum de Governadores do Brasil Central (presidido pelo governador Marconi Perillo) e tem como objetivo a consolidação da versão final do Pacto Interestadual de Segurança Pública Integrado e assinatura do plano de trabalho, pelos secretários.

Durante a edição do Fórum foram apresentados trabalhos desenvolvidos desde a criação do Pacto, em junho desse ano, e discutidos novos planejamentos dos comitês de Operações Integradas, de Operações de Inteligência, e de Análise Criminal. Ao final, o Plano de Trabalho do Pacto será assinado pelos secretários de Segurança Pública de todos os estados.

O vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, lembra a todos da existência de problemas comuns vividos pelos estados e disse que o país vive uma encruzilhada em relação à segurança pública, em especial o aspecto de recursos destinados à área. “Até agora, cada estado enfrentava de forma isolada as demandas relacionadas à criminalidade. A partir da comunhão de esforços e a criação do Pacto Federativo é possível integrar dados e informações, o que possibilita um maior poder de antecipação às atividades criminosas que extrapolam as fronteiras de cada unidade da Federação”, afirma.

Composição

Durante as tratativas de composição do Pacto faziam parte do acordo os estados de GO, TO, MT, MS, RO, MA e DF. A partir de agora, MG e BA se juntam aos demais. Além do Amazonas, também está prevista a participação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Cidadania.

Por meio do acordo, os estados e também o Ministério da Justiça/Senasp delegam ao presidente do Pacto Interestadual de Segurança Integrada, o vice-governador de Goiás e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, poder para fechar acordos entre os entes federados para integrar a segurança na região.

Além de Goiás, participam os titulares das Secretarias de Segurança Pública do MS, José Carlos Barbosa; de MT, Rogers Jarbas; MG, Sérgio Barboza Menezes; DF, Márcia de Alencar Araújo; TO, César Simoni; MA, Jefferson Miler Portela e Silva; e de RO, César Adilson. Os comandantes da PMGO, Coronel Divino Alves, e CBMGO, Coronel Carlos Helbingen, além do delegado-geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, também participaram da reunião.

Plano de trabalho

A força-tarefa criou um plano de trabalho para a execução do Pacto Interestadual de Segurança Pública e/ou Defesa Social Integrada, que terá vigência de 48 meses a partir da assinatura. A criação do acordo foi aprovada pelos estados, em reunião de representantes das secretarias de Segurança Pública dos estados partícipes, realizada em Brasília no dia 1º de julho.

Na ocasião, José Eliton foi eleito presidente do Pacto Interestadual de Segurança Integrada. A vice-presidência ficou com a secretária de Segurança Pública e Paz Social do DF, Márcia Alencar, e a Secretaria Executiva, com o delegado federal Emmanuel Henrique, superintendente de Ações Integradas da SSPAP GO.

FOTOS/JOTA EURÍPEDES

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública e
Administração Penitenciária (SSAP)
(62) 3201-1004 / 1055